11 de março de 2011

Te amo tanto.


Confesso que quando pequena te achava parecisa com a Sandy. É. E você achava que eu era doida. Confesso que sempre quis ter um cabelo como o seu. É. Aquele cabelo de antigamente. Pra mim, ele era o cabelo mais bonito do mundo. Confesso que queria ter todas as suas roupas pra mim. Confesso que sempre quis ser mais velha que você pra poder brigar com você. Pois é... Confesso que você me irritava sempre que me mandava fazer algo que eu não queria e se eu não fizesse você já logo gritava pra eu ir rápido. Confesso que queria participar sempre das suas conversas com as suas amigas porque achava um máximo ter amigos mais velhos. Confesso que adoro quando lembro das coisas e você não. E então você fala: Nossa, você lembra de cada coisa... Confesso que adoro nossas conversas hoje em dia, mesmo elas sendo, às vezes, meio sem sentido. Confesso que adoro ver você dançando feito uma doida pela casa toda.
Confesso que já te achei a pior irmã do mundo. Mas hoje, analisando todas essas situações, vejo que eu tinha você como inspiração. E ainda tenho: um dia você ainda vai me ver dançando assim por toda a casa. AGUARDE. Confesso que você é a Melhor Irmã do Mundo.

Confesso que te amo tanto...

Julia F.  para: Bárbara F., a melhor irmã do mundo.

Um comentário:

  1. Muito fofo o texto jubs *-* é muito lindo a uniao das 2 :D

    ResponderExcluir